Notícias

10th anniversary of Creators of Peace Kenya (CoP Kenya)

Celebrando as Mulheres como Construtoras Cotidianas da Paz

sexta-feira, 30. Março 2018

O 10th aniversário de Criadoras de Paz Quênia (CdeP Quênia) foi celebrado por mais de 100 mulheres reunidas no Centro Pastoral de Saint Mary em Nakuru, Quênia, de 26 de fevereiro a 2 de março de 2018.

As participantes vieram dos 17 municípios onde CdeP Quênia esteve ativa nos últimos 10 anos, bem como de Uganda, Nigéria e Tanzânia, e incluíram mulheres de todas as esferas da vida e comunidades. A Presidente de CdeP e três outras representantes de CdeP Internacional também estiveram presentes.

A conferência realizada nos dois primeiros dias envolveu as participantes em torno do tema "Mulheres como Construtoras Cotidianas da Paz". Além de celebrar as conquistas de CdeP Quênia desde sua criação em 2007, as delegadas foram convidadas a refletirem sobre o impacto de CdeP em suas próprias áreas, compartilharem melhores práticas e explorarem desafios e inspiração, e realizarem oficinas sobre o caminho a seguir e sobre a criação da visão para CdeP e o compromisso pessoal para o horizonte 2028.

Seguiu-se um treinamento de dois dias de Facilitadoras de CdeCP, construindo e fortalecendo a capacidade para uma ação sustentada de CdeP.

“Como trabalhadora comunitária com mais de 30 anos de experiência, participei de muitas conferências como esta. E hoje me sinto muito feliz, porque, ao contrário de outros programas de alto nível, CdeP é o único que eu conheço que vai profundamente até as bases. E é por isso que sua ação é bem-sucedida, enquanto outros programas de alto nível fracassam.

Margaret K., Uganda

Palestrantes

A oradora principal, Dra. Joy Mbaabu, convidou as mulheres presentes a refletirem sobre as suas próprias jornadas como construtoras de paz e a reconhecerem a “curadora ferida” nelas. Ela encorajou as participantes a examinar honestamente suas motivações e a cuidar de suas próprias necessidades e aspirações como um primeiro passo para qualquer trabalho comunitário adicional. Ela também orientou as delegadas por meio de um exercício destinado a identificar o próprio objetivo de cada uma. A oradora convidada, Dra. Karambu Ringera, insistiu na importância de se conhecer a si mesma antes de se tornarem uma eficiente construtora de paz, e de se fazer o necessário trabalho de regeneração para recuperar “as terras devastadas de nossas vidas”. Ela delineou o aspecto essencial de trabalhar na mudança de mentalidades para que qualquer transformação seja sustentável. Ela também desafiou as narrativas de vítima/perpetrador ou de pobres/ricos: “Trabalhamos sempre com os pobres; quando vamos começar a trabalhar com os ricos?”. Ambas incentivaram as participantes quenianas a usar o Plano Nacional de Ação para o Quênia, com base na Resolução 1325 do Conselho de Segurança da ONU sobre Mulheres, Paz e Segurança (2000) como uma ferramenta para se utilizar dentro do país.

 

Estudos de caso de CdeP Quênia foram compartilhados para descrever o impacto de CdeP e as iniciativas derivadas que se desenvolveram como resultado..
Uma mulher de Nakuru compartilhou sua história de cura e como ela veio a perdoar o marido depois de participar de um Círculo de Criadoras de Paz (CdeCP), e daí se envolveu na construção do diálogo entre as comunidades muçulmana e cristã em sua cidade. Uma mulher de Bungoma compartilhou a dor pela qual passou quando perdeu um dos filhos e começou a recusar e rejeitar toda a sua participação na comunidade ou na família, até participar de um CdeCP e começar sua jornada de cura; ela agora é uma facilitadora treinando outras mulheres. Uma representante do condado de Baringo compartilhou sobre a diferença que CdeP fez para a comunidade em sua área, com mais de 1000 mulheres tendo experimentado um CdeCP, um pedido de desculpas oficial foi solicitado por uma comunidade para as outras comunidades da área, a inclusão de homens nos eventos de CdeP, ações sendo realizadas em um centro de resgate para meninas forçosamente casadas em idade precoce.

10th anniversary of Creators of Peace Kenya

A equipe principal de CdeP Quênia apresentou o modelo CdeP Quênia, , que conta com facilitadoras e também com “mobilizadoras”, explicando o último papel e fornecendo exemplos-base e estudos de caso. A equipe compartilhou suas histórias de organização e facilitação de círculos de paz nas circunstâncias mais desafiadoras e improváveis, explorando sua motivação, seus momentos mais desafiadores e momentos mais poderosos. Esta sessão épica gerou lágrimas, risos, aplausos e inspiração de todo o público.

As delegadas também tiveram a oportunidade de participar de uma seleção de oficinas: “Recuperando as terras devastadas em nossas vidas”, pela Dra. Karambu Ringera; “Administrando Conflitos”, por Shoshana Faire; “Contando uma nova história”, por Amina Dikedi; “Praticando a consciência plena como um caminho para a paz”, por Lena LePoullennec.

Duas sessões de trabalho

Em cada dia as participantes foram convidadas a participarem de uma sessão de trabalho sobre a sustentabilidade de CdeP na sua área e país, explorando questões como "Como podemos construir e sustentar a nossa equipe e nossa ação?"; "Qual é o meu compromisso pessoal ao tomar frente para fazer o CdeP acontecer?", e criar uma visão pessoal e organizacional para o CdeP 2028, como um primeiro passo para o plano de ação das várias equipes.

Cerimônia de encerramento

Shoshana Faire celebrou a equipe de CdeP Quênia pela criação dos novos modelos e falou sobre maneiras de alcançar a “massa crítica” que representa o ponto de inflexão na transformação de mentalidades e caminhos. A Presidente Amina Dikedi concluiu desafiando as participantes a refletirem sobre sua própria contribuição para a paz e a manutenção da cultura versus a manutenção de práticas que podem não estar mais servindo a nós e nem ao mundo. Ela perguntou: “Cultura... que cultura? A cultura é você, a cultura sou eu. O que estamos fazendo com a nossa história?”. Todas as participantes foram finalmente convidadas a acender uma vela e a ler em conjunto a Declaração de Paz elaborada por Kagwiria Mbogori, Presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos do Quênia, uma declaração de compromisso pessoal que ela escreveu como resultado de sua participação em um CdeCP em Ngong Hills, em Abril de 2017.

“Eu estava me sentindo isolada, agora estou me sentindo apoiada por uma família de irmãs que estão trabalhando pela paz em todo o país.”

Anônimo, Quênia
10th anniversary of Creators of Peace Kenya

Treinamento

A conferência foi seguida por uma capacitação de dois dias de facilitadoras de CdeCP. Dois grupos de mulheres foram treinados simultaneamente, como parte do componente de capacitação (treinamento de novas facilitadoras) e reforço de capacitação (treinamento de facilitadoras experientes) do programa. No total, 35 mulheres foram treinadas, incluindo 23 novas facilitadoras e 12 facilitadoras experientes. O treinamento foi ministrado pela Dra. Joy Mbaabu, Ann Njeri Kimanthi e Shoshana Faire.

Avanço e Reconhecimentos

Um novo plano estratégico está em construção, com o benefício de haver uma base consolidada de facilitadoras. Novos domínios também estão sendo integrados como parte das políticas e práticas de CdeP Quênia como resultado da conferência, tais como autocuidado, avaliação de segurança e risco, análise e avaliação, acordos de equipe para apoiar o trabalho em equipe e um processo de certificação mais profissionalizado para facilitadoras.

A conferência e o treinamento não teriam sido possíveis sem o generoso apoio da Fundação Mustard Seed, do governo do Condado de Baringo, Amigos de Sydney, Amigos da África, Criadoras de Paz Internacional e simpatizantes individuais. Estendemos nossa mais profunda gratidão e esperamos fortalecer nossas parcerias.                        

Criadoras de Paz Quênia é um programa de Iniciativas de Mudança do Quênia com o objetivo de reconhecer as mulheres como principais agentes de construção de paz em suas comunidades e proporcionar espaços seguros para que elas se reconectem com seus recursos internos e se tornem equipadas com ferramentas de transformação, começando com elas mesmas e estendendo à comunidade e além.

Relatório compilado por Lena LePoullennec. Março de 2018

Para mais informações sobre como você pode apoiar Criadoras de Paz no Quênia, entre em contato com creatorsofpeace@iofc.org

 

“Se minha vida é uma mensagem, que tipo de mensagem eu sou?”

Ann Njeri K., Quênia

 

Fotos de Shoshana Faire