Notícias

Creators of Peace in Malaysia

Círculo de Criadoras de Paz na Malásia

quarta-feira, 29. Junho 2016

Creators of Peace in Malaysia

Por todo o fim de semana de 14 e 15 de Maio, o Círculo de Paz viu um grupo de 12 mulheres de todas as idades, do Sudão, Mianmar e Malásia apoiarem umas às outras através do programa de Iniciativas de Mudança com base nos temas do modelo de Criadoras de Paz (CdeP ) ‘Pontos de Encontro’ intercalado com partilha de histórias pelas participantes. Houve uma abundância de bons momentos partilhados; muitas risadas, algumas lágrimas e muito boa vontade e calor humano, sem falar das boas refeições oferecidas no almoço e lanche (que acontecia durante todo o tempo ao longo do dia).

Facilitado pelas Sra. Tia Haridas, Sra. Ng Chui Cheng e Sra. Padmini Solomon, o primeiro dia começou como um estrondo. O quebra-gelo foi um jogo em que cada participante tinha uma etiqueta com a imagem de um pacificador famoso preso em suas costas. Outras tiveram de ajudar aquelas com a etiqueta a adivinhar seus respectivos nomes e identidades.

Esse momento foi seguido por uma breve introdução de como as ideias de Iniciativas de Mudança (IdeM) vieram a ser, o que e quem as inspiraram e como elas continuam a contribuir para o processo de paz em todo o mundo. Um espaço seguro foi criado através de confidencialidade e respeito mútuos. Depois de cada ponto de encontro, tivemos tempo suficiente para estar em silêncio e refletir sobre a sessão. A sessão de paz interior trouxe muitas perguntas, enquanto a escuta interior nos deu a oportunidade de refletir sobre nós mesmas e nossas preocupações.

Os momentos mais poderosos foram a partilha de história pessoal, que nos ajudou a entender uma à outra ao nível do coração. Ao final do círculo, formulamos as nossas próprias declarações de paz e criamos uma promessa juntas.

Abaixo, incluímos o nosso compromisso, bem como algumas mensagens deixadas pelas participantes:

'Creators of Peace participants in Malaysia

‘Participantes de Criadoras de Paz da Malásia, vamos promover e celebrar a unidade na diversidade através da honestidade, amor e perdão’

‘Feche os olhos para o silêncio e abra seu coração para a paz’ - Kanaga

‘Confie em sua voz interior. Diferentemente de você, ela não tem ego e não tem sido contaminada pelo mundo. Defina suas prioridades e viva o hoje, não o amanhã’ - Aya

‘Já participei e me juntei a Oficinas de Criadoras de Paz organizadas por Iniciativas de Mudança da Malásia. Esta foi uma das oficinas mais fascinantes que eu já participei. Todas as participantes eram mulheres e nós compartilhamos nossas ideias e opiniões sobre o que é a paz e como realizá-la em um estado pessoal e geral e o que isso significa para nós. Nós também partilhamos histórias pessoais que nos deixavam infelizes e houve bastante alívio e compaixão das colegas participantes. O que foi surpreendente para nós mesmas, foi saber que somos todos seres humanos com um coração e simpatia para com o outro em momentos de dor e tristeza, apesar das diferenças raciais, religiosas e étnicas. Obrigado, muito obrigado Iniciativas de Mudança por nos oferecer um tempo e uma experiência excepcionais.’ - Dr. Hanadi

‘Na maioria das vezes, muitas pessoas, incluindo eu, pensa na paz mundial, na paz regional e na paz nacional, mas nos esquecemos da paz dentro de nós mesmos e a paz é perdida em nós. O Círculo de Paz trouxe-me uma das coisas mais importantes na vida que é a paz interior. Eu aprendi e compreendi que a paz realmente começa a partir de dentro de mim. A paz começa comigo. Posso então compartilhar a paz com os outros. Vamos compartilhar nossa paz uns com os outros. Vamos trazer a nossa paz através das nações e para o mundo .’ - Nu Ra

‘A última sessão de Criadoras de Paz realmente trouxe muitas mudanças na minha vida. Este é o lugar onde eu aprendi a perdoar. Pedir perdão a alguém pelos erros que eu cometi não é questão de ego, é questão de humanidade. O passado é uma memória. Pode ser boa ou ruim, feliz ou triste, um sucesso ou um fracasso. Mas sempre faça dela uma boa experiência no presente e leve-a de forma positiva para o futuro. Não deixe que seu passado se torne um ponto final para o seu futuro’ - Bavany

‘Depois de assistir à oficina de Criadoras de Paz, percebo que a paz começa comigo. A fim de se comprometer com isso na minha vida cotidiana, eu me comprometo a:

  1. Praticar tempo de silêncio
  2. Ser honesta
  3. Ouvir. Realmente ouvir.
  4. Comprometer-me com projetos que visem a acabar com a violência.’ – Vizla

Tradução por Paulo Zanol