Sala Global de Notícias

Construindo Confiança no Burundi

sexta-feira, 19. Março 2021
Author: 

Colaborando para ter confiança

No Burundi, Iniciativas de Mudança (IdeM) é um coletivo de três equipes que trabalham no Burundi com a missão de contribuir para a promoção e construção da paz, a fim de fortalecer a confiança no país.

Essas três equipes de IdeM são:

  • Artisans de Paix Burundi (AdP Burundi) ou “Criadoras de Paz (CoP Burundi)”
  • Associação Tugenderubuntu pour la Consolidation de la Paix (ATCP) ou “Tugenderubuntu for Peacebuilding Association”
  • Rassemblement des Jeunes Initiateurs du Changement (RJIC) ou “União de Jovens Iniciadores de Mudança”

Association Tugenderubuntu pour la Consolidation de la Paix (ATCP)

A “Associação Tugenderubuntu para a Consolidação da Paz (ATCP)” foi criada por funcionários do Burundi que participaram de conferências de paz organizadas por Iniciativas de Mudança Internacional na Suíça entre 2000 e 2013. A ATCP aplica os valores e a metodologia de facilitação de diálogo aprendidos com IdeM e incorpora ambos em um projeto denominado Consolidation de la Paix au Burundi (CPB) ou “Construção da Paz no Burundi”. Lançado em 2010, o projeto foi inicialmente financiado pela Confederação Suíça. Atualmente, recebe financiamento da Confederação Suíça e da Holanda.

Autoridades e a população

No primeiro trimestre de 2021, a ATCP organizou doze workshops de capacitação sobre liderança responsável e boa governança para autoridades administrativas locais. Essas atividades foram realizadas nas províncias do Burundi e visaram apoiar o processo de consolidação da paz, com vista à construção da confiança através da liderança ética nas entidades administrativas do país.

Para conseguir isso, o palestrante e os facilitadores incentivaram os participantes/autoridades administrativas a:

  • Demonstrar honestidade

A menor violação do dever de honestidade compromete seriamente os fundamentos morais dos serviços públicos. Ser desonesto faz com que a população perca a confiança.

  • Praticar a gestão de conflitos

Iniciando e desenvolvendo esses mecanismos entre seus pares e os governados.

  • Promover a coesão social

Além de suas diferenças, a paz entre as autoridades administrativas como indivíduos fortalece seu poder de desenvolver as comunidades pelas quais são responsáveis.

  • Combater a corrupção 

Qualquer forma de desvio de fundos (públicos e/ou privados) é uma má prática e, consequentemente, destrói a confiança entre as autoridades e a população.

  • Trabalhar “em uníssono”

A colaboração ajuda a construir confiança entre os colegas.

  • Distribuição igualitária

Os benefícios sociais destinados à população são divididos igualmente entre todos os grupos, administrativos ou outros.