Notícias

Faça a diferença! Juventude Europeia em Diálogo

Seminário para jovens na Alemanha

segunda-feira, 9. Setembro 2013

Construindo confiança em meio às fronteiras culturais: Seminário da Juventude em Gantikow/Alemanha

Como podemos construir confiança – dentro de nós mesmos, dentro de nossa sociedade, em nosso país e através de todas as fronteiras?

Entre os dias 18 e 25 de agosto, organizamos um seminário da juventude sobre o tema “Construindo confiança em meio às fronteiras culturais”. Trinta jovens de nove nacionalidades diferentes foram convidados à Gantikow, em Brandenburg/Alemanha, em uma jornada espiritual para explorar estas questões.

Nos últimos três anos, as ONGs “Initiative Mittel-und Osteuropa” (InMOE/Initiatives Central and Eastern Europe) e Bases para Liberdade (F4F) realizaram seminários para jovens. Pela primeira vez, o programa de treinamento deste ano foi co-organizado pela InMOE, pela F4F e Iniciativas de Mudança - Alemanha. 

O tema do seminário foi a construção da confiança como meio para que as pessoas iniciem mudanças na sociedade, começando por elas mesmas. “Construção de confiança” evoca termos como relacionamentos e família, algo exclusivo e muito abstrato. Na realidade, a confiança é uma base importante que chega a cada espaço de nossas vidas – como apreciar e lidar com os colegas de trabalho, como ter confiança nas pessoas e como ter o tipo de confiança que muda o curso da história. Sem confiança, por exemplo, a União Europeia seria diferente do que é hoje. E, mesmo assim, uma confiança global e profunda depende das iniciativas e da humanidade dos indivíduos.

Por uma semana inteira, os 30 participantes tiveram a possibilidade de descobrir a confiança em toda a sua diversidade. Eles não somente descobriram e exploraram as teorias sobre as formas de diálogo e discussão, resolução de conflitos, dinâmicas em grupo e compromisso com a sociedade civil, eles também praticaram a estima, compaixão, tolerância, a capacidade de ouvir com atenção, conversas honestas e uma confrontação ativa com valores. Através da arte, os participantes aprenderam a buscar mais profundamente por alternativas para refletir em suas vidas e no grupo. A partilha de histórias pessoais e um momento de silêncio foram – assim como nos anos anteriores – uma parte importante do curso.

Apesar de todos os exercícios, da pintura, da produção de modelos e de todo o ensinamento teórico, tentamos organizar a semana menos como um programa restrito que devia ser seguido e mais como um experimento. Os participantes tiveram a possibilidade de se tornarem parte do processo. Nós, como equipe organizadora (Robert Werner e Anne Esswein, da Initiative Mittel und Osteuropa/ Eva Neidlinger, Angela Starovoytova, Anna Pozogina e Anna Bondarenko, da IofC e Foundations for Freedom), só demos o impulso e a estrutura que deram aos participantes a chance de praticar e construir a confiança em uma constelação de um grupo seguro e através de fronteiras culturais e geográficas. “Percebi que devo começar comigo mesmo”, disse Ivan Kitooke, de Uganda, no fim do seminário. “Vocês me deram o mapa para iniciar minha jornada”.  

Relatado por Anne Esswein

Tradução de Wagner Piculo