Notícias

Construindo redes de trabalho, vivendo por valores e antecipando a mudança

terça-feira, 21. Junho 2011

Huda Al-Kebsi and Karim Makhoul

Alguns dos participantes e universitários, em um momento mais relaxado (Foto: Huda Al Kebsi)"Quando as pessoas mudam, o mundo muda". Essa foi a ideia por trás do curso de 10 dias – mudança por dentro: criando bases para ação – isso aconteceu na Universidade de Notre Dame, Líbano, de 6 a 15 de maio. Baseado no formato do Curso de Visitação de Bases para a Liberdade e do Programa Internos de Caux, foi o primeiro a ser conduzido na região de MENA por IdeM.

Nove jovens participantes de cinco países árabes – Iêmen, Egito, Sudão, Tunísia e Líbano – aprenderam a traçar um caminho, ter um propósito de vida e combinar uma mudança pessoal com social, cultural e compromissos políticos. A facilitação deste curso veio de experiências diversas; Zoryana Borbulevych, da Ucrânia, Professor John Carlisle, do Reino Unido, e Yeon-Yuk Jeong, da Coréia.

“O ímpeto em iniciar um curso no Líbano veio de uma experiência de estagiários libaneses em Caux, assim como o time local de IdeM no Líbano, baseado em um consenso sobre a relevância tanto geral quanto específica para jovens no país, e para o Oriente Médio em geral”, disse Dr. Eugene Sensenig-Dabbous, Presidente do Departamento de Ciências Políticas na Universidade de Notre Dame, coordenando o curso em colaboração com o Clube de Relações Internacionais (CIR) na universidade.

Os participantes fazem seus investimentos em um exercício de parceria que irá contar com a cooperação de todosO treinamento consistiu em desenvolver a compreensão em torno de padrões absolutos, comunicação e habilidade de ouvir, trabalhar em equipe e habilidades de gerenciamento de projetos. Todos foram acompanhados com exercícios ilustrativos, enfatizando a importância da colaboração e pensamento sistêmico, e cada um dos participantes foi ajudado no desenvolvimento de sua própria visão para o futuro.

Foram previstos momentos para a reflexão regulares durante o programa, incluindo uma oportunidade para compartilhar e discutir idéias em grupos menores, como parte da exploração da relação entre mudança pessoal e mudança social - a ligação entre o íntimo e o global. "A ideia era que a mudança inicia-se primeiro com um e depois com os outros porque o sistema funciona através da cooperação de cada indivíduo”, disse Karim Makhoul, 19 anos, participante do Líbano.

Huda Al-Kebsi, 27 anos e participante do Iêmen, disse que depois do curso ela começou a olhar para qualquer dificuldade perguntando a ela mesma: “Como eu posso ajudar a mudar isso ou fazer com que isso aconteça? Nós devemos pensar sobre nossas vidas e em como torná-la melhor para nós mesmos e para os outros. Nós só vivemos uma vez e não podemos viver no passado para sempre,” ela disse.

Participantes em um pequeno grupo partilhando seus pensamentos (Foto: Huda Al-Kebsi)Rhea Dagher, 19 anos e participante do Líbano, descobriu que o treinamento foi muito pessoal, com o objetivo principal de ser apenas você mesmo. "Você tem que conhecer a si mesmo e ouvir a si mesmo, a fim de mudar e agir de acordo com aquela mudança, porque no final, essa é a única coisa que realmente possui – você mesmo. Nem o seu carro, nem o seu diploma, nem mesmo sua família te faz puramente você mesmo”, disse ela.

Ao longo de três noites, todos tiveram a oportunidade de relatar suas viagens pessoais. Yeon-Yuk criou um gráfico para ajudar cada pessoa a explicar sobre a sua experiência de uma maneira prática e objetiva. O curso teve como objetivo incentivar as iniciativas pessoais e coletivas baseadas em aplicar valores pessoais e padrões. "Compreendemos como alterar atitudes e comportamentos para melhor, como espalhar os valores que foram perdidos de nossa sociedade e que desapareceram nos dias de hoje", disse Fatima Mohammed, 27 anos, participante do Sudão.

Facilitadores do curso de Mudança Interior: (da esquerda) John Carlisle, YeonYuk-Jeong e Zoryana Borbulevych (Foto: Huda Al-Kebsi)O último dia foi uma atividade em Espaço Aberto, inteiramente dedicado aos participantes partilhando as suas ideias e discutindo depois. Eles desenvolveram planos de ação para projetos que irão levar adiante, continuando o trabalho com a ajuda e os conselhos dos facilitadores por meio da comunicação online. Uma noite de talentos na noite final, organizada pelos participantes, deu-lhes o espaço para expressar o que aprenderam durante os 10 dias.

Acima de tudo, um ambiente familiar reinou durante o programa. Pontes foram construídas entre diferentes culturas e religiões e os participantes se sentiram à vontade em expressar suas ideias livremente. A dinâmica não parou graças aos tempos de reflexão on-line que o grupo continua a compartilhar juntos.

O texto abaixo foi produzido pelos participantes. A composição foi reunida na noite final do curso, acompanhado por violão e mídia visual.

Dê um passo adiante

Nós queremos a paz mundial
Mas nos dizem que isso é só um sonho
É mesmo?
Olhe para dentro de si mesmo, escute sua voz interior e sinta-se calmo.

Sua voz dirá:
Ouça a si mesmo.
Saiba sobre si mesmo.
Mude a si mesmo.
Escute o outro.
Saiba sobre o outro.
Ajude o outro a mudar.

Tempo de silêncio é como começamos nossos dias
Silêncio é um dos caminhos
Para abrir o seu espírito
E deixar com que ele flua.
Compartilhar histórias e pensamentos te acalma.
Você está pronto para dar um passo adiante
E colocá-lo em prática.

Quantas vezes você já olhou para si mesmo no espelho e sorriu verdadeiramente?
Honestidade.

Quantas vezes você já olhou para si mesmo no espelho e realmente viu o que seus olhos têm a dizer?
Pureza.

Quantas vezes você já olhou para si mesmo no espelho e se deu a força para dar a alguém algo que eles precisam?
Altruísmo.

Quantas vezes você se olhou no espelho e se deu um abraço?
Amor.

Seja honesto com você mesmo assim você poderá sorrir honestamente para os outros.
Seja puro por dentro então os outros poderão te ver verdadeiramente.
Deixe o altruísmo ser o seu espelho.
Ame você mesmo então poderá amorosamente abraçar o outro.

A Regra de Ouro em todas as religiões:
Trate o outro como você quer que o outro te trate...
E também trate você mesmo como quer que os outros te tratem...

Faça isso de acordo com os 4 valores absolutos.
Pureza.
Honestidade.
Altruísmo.
Amor.